Sobrevivendo a uma rotina de incertezas

by MOTIM

/
  • Streaming + Download

     

1.
2.
02:39
3.
03:36
4.
5.
01:47
6.
02:50

credits

released January 1, 2009

tags

license

about

MOTIM Curitiba, Brazil

contact / help

Contact MOTIM

Streaming and
Download help

Track Name: Saudade (parte 1)
O fim se estenderá sobre as montanhas
Que aconchegam os meus mais belos sonhos
Mas mesmo depois de toda lástima derramada
Você sempre terá um amigo em mim
Track Name: Vir-a-Ser
E pra onde voltar? Pro nada!
Somos resultado de tudo que nos cerca
Do ontem que é ontem
E do hoje que se tornou o amanhã
Que será como ontem
Vendemos o passado
Pela alegria que virá no futuro
Para quê querer ter algo se não pra ter inveja de si mesmo?
Track Name: Enchente
Fortes estruturas de concreto e aço ruíram
Graças ao contra-ataque da Mãe Natureza
Moradias arrastadas pela água
Pessoas soterradas pelas colinas que vieram abaixo
A criança lamenta a perda de seus pais
Que descansam em meio aos escombros
De sua antiga morada
Suas lágrimas misturam-se com a chuva
E se perdem como os momentos se perdem no tempo
Track Name: Três guarda-chuvas
De tão comum que o molhado se tornou
O seco parece o lado de fora
É em dias assim que eles se encontram
Em uma poça qualquer, em uma esquina de fatos úmidos
E TUDO VIDA UM RIO, UM MAR...
E TODA CORRENTEZA LEVA E LAVA COISAS TÃO LEVES

...a vagar com o leve preço de usar um capuz encharcado
de lágrimas que caem do céu
Em seu caminho, em sua peça pessoal

E a chuva continua a cair e molhar
Que alma não precisa ser lavada?
Que cabeça não pode ser molhada?
Que coração nunca encharcou?
O conforto da água, do úmido
É tão desconfortante para quem não se molha
Coisas secas duram mais e quebram mais fácil

E lá vão eles, enfrentando a chuva
Com cabeças longes e pés úmidos
Track Name: Ponteiros
Ponteiros demarcam o limite da potência
De uma existência efêmera
Toda velocidade como meta
Todo estupor como desperdício
E o letárgico visto como derrotado
Quando do passado se extrai a verdade
De toda experiência
Onde vivenciar é concluir
E O TEMPO A CONSUMIR O QUE RESTOU DE NOSSAS VIDAS
As potencialidades humanas se deparam com barreiras que se traduzem
em segundos, e tudo que circunscreve a história já vivida é tido como
valor, estima. O passado está morto. Não há nada a que se agarrar, nem
a justificar as ações que se desenrolam no presente
Track Name: Viver Fim
Queria voltar a saber perder
Me readaptar ao fracasso
Acostumei-me às glórias, alegrias e vitórias
E agora quero descer do Paraíso
Para pairar em lugares em ar
Instabilidade de emoções
Constantes variações
Insatisfação pessoal
Comportamento compulsivo auto-destrutivo
É o fim, é o fim de mim